na periferia da cinelândia

hable con ella: cineorlyarrobagmailpontocom

Arquivo para alô deleuze

ô, que deleuze!

gillesdeleuze

descobri que ele sempre me ligava e eu, boba, nunca atendia.

Anúncios